SÁLIX ENGENHARIA APRESENTA TRABALHO CIENTÍFICO NO CBDEH 2018

O Congresso Brasileiro para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar foi palco de compartilhamento de experiências da Sálix Engenharia em Construções Hospitalares

O Congresso Brasileiro para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar, realizado de 30/10 a 01/11 de 2018 na cidade de Curitiba / PR, contou com a participação da Sálix Engenharia. Foi apresentado o trabalho científico QUALIDADE DO AR EM REFORMAS HOSPITALARES: Identificação do impacto que canteiros de obras dentro de hospitais causam na dissipação de fungos. Neste evento, a Sálix Engenharia teve a oportunidade de compartilhar com os profissionais ligados ao setor, sua experiência em Construção Hospitalar. O trabalho apresentado foi fruto de pesquisa patrocinada pela FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e compõe um trabalho de dissertação de mestrado na Escola Politécnica de Engenharia de Construção Civil da USP.

A proposta do trabalho foi mensurar o impacto que reformas hospitalares causam na qualidade do ar interior. Foram realizadas medições da qualidade do ar interior de hospitais, restritas a mensuração de aerodispersóides e a quantificação de unidades formadoras de colônias (ufc) de fungos. Trazer à luz, um debate embasado em dados reais, coletados em situações recorrentes de grandes hospitais, é o objetivo do artigo. O convívio de pacientes, em muitos casos imunodeprimidos, com obras, que são fontes geradoras de aerodispersóides, deve ser planejado e impor ações de mitigação para a busca da redução da probabilidade de contaminação, evitando as temidas e recorrentes infecções hospitalares originadas por este vetor.

Foram definidos três hospitais da cidade de São Paulo, que passaram por obras de reformas e que permitiram a realização de testes de qualidade do ar interior em suas dependências.

Para a mensuração do impacto que obras causam à qualidade do ar interior de estabelecimentos assistenciais de saúde (EAS), foram realizadas medições com a utilização de um amostrador, instrumento impactador, calibrado, de um estágio. As medições da qualidade do ar foram realizadas por laboratório especializado e acompanhada de perto pelo pesquisador. Esta empresa, que possui expertise laboratorial em análise microbiológica, com acreditação pelo INMETRO e pela ANVISA, realizou os ensaios laboratoriais com profissionais qualificados para gerar dados condizentes com a realidade, expressos neste trabalho.

As medições da qualidade do ar foram realizadas em momentos diferentes, sendo no primeiro momento com o EAS em operação normal, ou seja, condição na qual a instalação está funcionando nas condições especificadas, com número de pessoas presentes conforme especificado e trabalhando de forma acordada, conforme a NBR 14644/2005; e em um segundo momento, as medições foram realizadas em ambientes próximos à realização de obras de reformas nestes EAS, para que se possa comparar os resultados e mensurar o impacto na quantidade de colônias de fungos e na quantidade de aerodispersóides presentes no ar interior.

Com a verificação dos resultados que indicaram consideráveis aumentos de colônias de fungos dispersos no ar em locais próximos às reformas, foram propostas medidas, a serem executadas nos canteiros de obras hospitalares, para mitigar a dispersão de particulados para o meio externo às obras e pode-se concluir que as ações de mitigação de dissipação de particulados adotadas nos canteiros das obras dos hospitais analisados não foram eficazes.


Posts Em Destaque
Posts Recentes