Sálix Engenharia é selecionada em programa de aceleração de startups

Referência no setor de engenharia hospitalar, startup foi aprovada no 8th FAPESP PIPE-HIGH-TECH Entrepreneurial Training Program.

Especialista em construções e reformas no interior de hospitais e estabelecimentos de saúde, a Sálix Engenharia é uma das 21 empresas participantes do treinamento ministrado por Flávio Grynszpan, Hélio Graciosa e Marcelo Nakagawa. A iniciativa seleciona startups com projetos apoiados pelo programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE), gerido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Destaque entre as principais agências de fomento à pesquisa científica e tecnológica no Brasil, a FAPESP incentiva projetos das mais diversas áreas de conhecimento. A Sálix Engenharia foi aprovada na linha de fomento de Auxílio à Pesquisa do PIPE com pesquisa que propõe medidas de contenções a serem adotadas nos canteiros de obras dentro de hospitais para reduzir a contaminação gerada por este vetor, que é uma das fontes de infecções hospitalares. Projeto FAPESP nº 2017/08352-4.

O treinamento visa dar sustentabilidade comercial e potência para as propostas selecionadas e aprovadas pelo PIPE. Segundo Ivisen Lourenço, Innovation Marketing Manager no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, mentor da Sálix Engenharia neste programa, “o treinamento desenvolve nas equipes o olhar focado no usuário. Um processo vital para startups é a validação do problema, no curso, as equipes recebem orientação necessária para buscarem esta validação diretamente com o usuário do serviço / produto oferecido, através de conceitos, entrevistas e a orientação dos mentores.”

Sálix Engenharia propõe ações contra infecções hospitalares

Intitulado "Qualidade do ar em reformas hospitalares: ações aplicadas em canteiros de obras dentro de hospitais para conter a dissipação do fungo Aspergillus e reduzir infecções hospitalares", o estudo realizado pela Sálix Engenharia foi um dos aprovados pelo programa de aceleração de startups da FAPESP.

A principal finalidade desta pesquisa é reduzir o impacto das obras e reformas hospitalares realizadas dentro deste tipo de ambiente. Ao todo, a startup apresentou seis soluções para aplicação em canteiros de obras a fim de conter a dispersão de particulados, como o fungo Aspergillus, e, consequentemente, diminuir as ocorrências de infecções hospitalares.

A dissipação no ar deste fungo causada por obras é reportada por pesquisas feitas em vários países. Na FASE 2 do projeto PIPE, todas as propostas serão aplicadas em obras de hospitais na cidade de São Paulo.

Deste modo,

a Sálix Engenharia inova ao incorporar uma preocupação normalmente ligada ao departamento de infecções hospitalares e oferece uma solução ainda mais completa para o seu cliente.

Além disso, a empresa, especializada em engenharia hospitalar, destaca-se pelo atendimento personalizado a seus clientes.

Programa analisa modelos de negócios de startups

Inovação, impacto social, ambiental e econômico foram alguns dos quesitos levados em consideração para a seleção das 21 startups que participam do 8º Treinamento PIPE em Empreendedorismo de Alta Tecnologia até o dia 18 de setembro de 2018.

A Sálix Engenharia vai testar seu plano de negócios com a orientação e acompanhamento dos experientes mentores indicados pela FAPESP, Ivisen Lourenço e Fernando Rostock.

O PIPE Empreendedor foi lançado em 2016 pela FAPESP, em parceria com a George Washington University. O treinamento segue a linha do Programa I-Corps, concebido pela National Science Foundation (NSF), dos Estados Unidos, com o objetivo de promover ganhos econômicos e sociais nos projetos PIPE.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social

Receba nossas novidades

E-mail

Siga a Sálix

Telefone

  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon

+55 (11) 3031-8382

+55 (11) 98117-4274

2016 - 2019 - Todos os direitos reservados ::Desenvolvido por